MPF não vai deixar “sujeira” da gestão Cartaxo debaixo do tapete, diz vereador

0

Após o presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Durval Ferreira, ter obtido um parecer favorável a liminar que determinava a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lagoa e ter resolvido arquiva-la, o procurador da República Yordan Delgado revelou, durante coletiva de imprensa, na última terça-feira (25) que o Ministério Público Federal (MPF) dará continuidade às investigações acerca das irregularidades apontadas pela Controladoria Geral da União (CGU) na obra de revitalização do Parque Solon de Lucena.

O vereador Raoni Mendes, autor do pedido de instalação da CPI da Lagoa na CMJP, parabenizou a decisão do MPF e afirmou que os problemas da gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) não podem ser varridos para “debaixo do tapete”.

“Assim, como a Operação Lava Jato, os procuradores da república dão um exemplo ao Brasil, na Paraíba não é diferente. A sociedade pessoense, sabe que não se resolve o problema varrendo-o para debaixo do tapete. A gestão Cartaxo, quando fala da obra da Lagoa, está igual ao ditado popular, “quanto mais se tenta subir no pau de sebo, mais se escorrega; quanto mais se corre da cobra, mais ela se enrola quando quer dar o bote. Quanto mais fala, mais se afunda”, afirmou. 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here