PB x RN: Jornalista potiguar posta vídeo no YouTube mostrando diferenças de gestões

4

“Contrastes do Brasil”. Esse é o tema da nova reportagem produzida, em vídeo, pelo jornalista potiguar Wanderley Filho, publicada neste sábado (22) em seu canal no YouTube. Na matéria, ele mostra as diferenças existentes atualmente entre os estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba, governados por Robinson Faria (PSD) e Ricardo Coutinho (PSB).

Wanderley Filho, que nasceu na cidade de Parelhas (RN), conversou com moradores dos dois estados e ouviu relatos que mostram a situação de caos que atravessa hoje o estado governador por Robinson Faria.

A reportagem mostra as estradas do Rio Grande do Norte completamente deterioradas, contrastando-se com as rodovias estaduais da Paraíba. “A malha viária do Estado (Paraíba) é hoje considerada a quarta melhor do Brasil”, ressalta o jornalista.

Um morador da cidade de Cuité (PB) lembra que no passado a situação era inversa em relação a condição das estradas. “A gente viaja para o Rio Grande era bom demais a estrada. Hoje em dia é o asfalto da Paraíba é todo primeirinha e lá no Rio Grande do Norte, você vai daqui para Natal, é um desastre, a estrada é fraca demais…”

Segurança

Os contrastes entre os dois estados vizinhos também são mostrados na reportagem na área de segurança pública. “No Rio Grande do Norte, os policiais estão com salários atrasados. Hoje (dia em que a gravação foi feita), por exemplo, é dia 16 de abril, e o pessoal ainda não recebeu o mês de março. É um exemplo daquilo que está acontecendo hoje com todos os servidores (estaduais) do Rio Grande do Norte, que também têm recebido salário com atraso”, conta.

Saiba mais

As diferenças entre os governadores do Rio Grande do Norte e da Paraíba não se limitam ao campo administrativo. Robinson Faria é investigado em um inquérito autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

A PGR fez o pedido com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht. Fachin autorizou inquéritos para investigar oito ministros, 24 senadores, 39 deputados e três governadores.

Segundo o Ministério Público, a Odebrecht Ambiental desejava desenvolver PPP’s (Parcerias Público-Privadas) de saneamento básico no Rio Grande do Norte e, por isso, a empreiteira doou R$ 350 mil ao governador Robinson Faria e à prefeita Rosalba Ciarlini “para eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico”.

Em 2010, Robinson foi candidato a vice na chapa de Rosalba e ambos acabaram eleitos. Robinson foi eleito governador em 2014 e Rosalba, prefeita de Mossoró em 2016.

O governador da Paraíba também teve seu nome citado nas delações de um dos ex-executivos da Odebrecht. Ao contrário do que ocorrera no Rio Grande do Norte, Ricardo Coutinho vetou a tentativa da construtora desenvolver PPP’s no Estado.

Assista abaixo a reportagem completa:

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a reportagem.. Realmente temos que parabilizar o Governador Ricardo Coutinho pelo seu trabalho a frente do Estado da Paraiba. Já sofremos muito, porém desde Prefeito que sua logo marca foi. ” DEIXE O MAGO TRABALHAR”… E realmente ele veio com a severiedade de proporcionar o melhor para o povo Paraibano e aí está. Estradas, escolas, ônibus escolares, laboratórios de informática nunca visto antes, intercâmbio de alunos, alargamentos de ruas, viadutos (02) só em João Pessoa( mobilidade hurbana), programas cidadão, condomínio da maior idade, melhor e mais moderna Secretaria de Segurança Pública do País e por aí se vai…. São tantas coisas que faz medo até esquecer de falar… Parabéns Ricardo Coutinho Governador da Paraiba..

  2. Para ficar melhor, só falta segurança.
    Mas pode melhorar. O governador Ricardo Coutinho pode e deve melhorar essa parte.
    Não dá para admitir que um estado tão pequeno seja dominado por bandidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here