Enquanto RC tira cidades do isolamento, Cartaxo torna saúde inacessível, diz Cida

0

Na manhã desta quarta-feira (14), os moradores do bairro do Rangel fizeram um protesto contra a transferência da Unidade de Saúde da Família (USF) para o bairro do Cristo.

O problema é que a USF foi transferida sem nenhuma discussão com a população pela prefeitura de João Pessoa, deixando 300 famílias sem cobertura, agravando ainda mais a situação de acessibilidade que essas pessoas têm direito por parte do poder público municipal.

De acordo com Kelly Nascimento, moradora do bairro do Rangel, a Secretaria de Saúde de João Pessoa informou que faria uma reunião com os moradores antes da transferência, o que de fato não aconteceu. A USF atendia, em média, 40 cadeirantes que agora ficaram sem cobertura devido ao descaso da atual gestão.

Cida Ramos comentou a transferência arbitrária da unidade de saúde nas redes sociais: “A população está pagando caro pela falta de planejamento e sensibilidade da gestão municipal. Não se pode deixar 40 cadeirantes e idosos, que dependem da USF, sem cobertura e sem condições de deslocamento até a unidade do Cristo. Enquanto o Governo do Estado investe na ampliação das políticas públicas, construindo e reformando escolas, retirando municípios do isolamento asfáltico, entre outros; a prefeitura de João Pessoa retira uma USF do Rangel deixando 300 famílias e cerca de 40 cadeirantes sem atendimento”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here