Campinense tem apenas uma dúvida no ataque para enfrentar o CSP

0

Já com as partidas das semifinais do Paraibano 2016 contra o CSP confirmadas, os jogadores do Campinense voltaram a trabalhar na tarde desta sexta-feira (20), no Renatão.

Em um ambiente mais tranqüilo, uma vez que o imbróglio judicial foi parcialmente solucionado, sendo suficiente para fazer a bola voltar a rolar, o técnico Francisco Diá comandou um trabalho de posicionamento e finalização.

Na quinta, à tarde, no Amigão, palco do jogo das 16h de domingo, o treinador rubro-negro já havia realizado um coletivo.

Com o zagueiro Jairo e os volantes Sobral e Negreti sem condições de atuar, Diá só tem uma dúvida para escalar a Raposa que encara o Tigre praiano: Adalgiso Pitbull ou Reginaldo Júnior no ataque ao lado do artilheiro Rodrigão.

Na desvantagem de ter que decidir a vaga na final no Almeidão, em João Pessoa, na quarta-feira (25), às 20h30, o Campinense deve ir a campo domingo com Glédson, Everaldo, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Magno, Fernando Pires, Filipe Ramon e Roger Gaúcho; Pitbull (Reginaldo Júnior) e Rodrigão.

Além de fazer a última partida em casa, o CSP joga pela igualdade na soma dos resultados dos dois jogos.

Em contrapartida, o Rubro-Negro já conseguiu se livrar de uma das pressões da temporada: a vaga na Série D.

Como tem uma campanha melhor que CSP e Sousa, mesmo se for eliminado nas semi, o Campinense estará na quarta divisão nacional esse ano e também em 2017.

Com o zagueiro Jairo e os volantes Sobral e Negreti sem condições de atuar, Diá só tem uma dúvida para escalar a Raposa que encara o Tigre praiano: Adalgiso Pitbull ou Reginaldo Júnior no ataque ao lado do artilheiro Rodrigão.

Na desvantagem de ter que decidir a vaga na final no Almeidão, em João Pessoa, na quarta-feira (25), às 20h30, o Campinense deve ir a campo domingo com Glédson, Everaldo, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Magno, Fernando Pires, Filipe Ramon e Roger Gaúcho; Pitbull (Reginaldo Júnior) e Rodrigão.

Além de fazer a última partida em casa, o CSP joga pela igualdade na soma dos resultados dos dois jogos.

Em contrapartida, o Rubro-Negro já conseguiu se livrar de uma das pressões da temporada: a vaga na Série D.

Como tem uma campanha melhor que CSP e Sousa, mesmo se for eliminado nas semi, o Campinense estará na quarta divisão nacional esse ano e também em 2017. As informações são do Voz da Torcida.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here