Cagepa rebate Semam e diz que cabe à PMJP fiscalizar esgotos lançados em praias

0

O engenheiro José Mota Victor, diretor de Operação e Manutenção da Cagepa, lamentou, nesta quinta-feira (26), a tentativa da Prefeitura de João Pessoa de transferir para o órgão estadual a culpa pelos problemas apontados pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) em duas galerias pluviais localizadas nas praias de Manaíra e Cabo Branco. Ele ressaltou que à Companhia cabe o monitoramento da rede de esgotamento sanitário.

“É lamentável essa tentativa da prefeitura, através da Secretária Municipal do Meio Ambiente, de querer transferir para a Cagepa um problema que não é dela. É simples entender: a Cagepa cuida da rede de esgotos e a prefeitura da rede de galerias pluviais. Os problemas citados pelo Tribunal de Contas são em galerias pluviais, portanto, de competência da prefeitura”, destacou o diretor da Cagepa.

Para José Mota, as galerias pluviais da prefeitura devem estar recebendo esgotos por meio de ligações irregulares. “Embora a Cagepa disponibilize sistema de esgotamento sanitário em toda extensão da orla urbana de João Pessoa – do Cabo Branco ao Bessa -, acreditamos que há ligações irregulares de esgotos feitas diretamente na rede de galerias pluviais”, disse o engenheiro. “E esse trabalho de fiscalização nas galerias pluviais cabe justamente à prefeitura. Isso em João Pessoa ou em qualquer outra cidade da Paraíba”, acrescentou.

José Mota informou que, no início deste mês, a Cagepa chegou a se colocar à disposição da prefeitura para ajudar no trabalho de identificação de ligações irregulares nas galerias pluviais. “Preocupada em manter a balneabilidade das praias urbanas de João Pessoa, espontaneamente e de forma proativa, a Cagepa procurou a prefeitura para ajudar a identificar essas ligações irregulares. Chegamos a nos reunir com representantes da prefeitura na sede da Cagepa, e até criamos grupos de trabalho para discutir soluções, porém, parece que tem gente lá na prefeitura que prefere fugir de suas responsabilidades. Nós, por outro lado, nos mantemos dispostos a cooperar, mesmo sabendo que o problema não é da Cagepa”, observou.

Operação Praia Lima

O diretor da Cagepa lembrou que no final do ano passado o órgão lançou a Operação Praia Limpa, com o intuito de dar sua parcela de contribuição para a manutenção da balneabilidade das praias urbanas da Capital. “Desde dezembro, semanalmente, todas sextas e sábado, sempre das 5h às 8h, equipes da Cagepa fazem uma varredura na rede de esgotos da orla, desobstruindo e limpando os poços de visitas (bocas de lobo)”, ressaltou José Mota, acrescentado que esse trabalho preventivo vai continuar até o final do mês de fevereiro.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here