O fantasma do rebaixamento nunca esteve tão próximo. Na atual situação, o que separa o Botafogo da Paraíba do Z-2 é apenas o número de vitórias, uma a mais que o Moto Club, nono colocado. Com isso, as chances de classificação para o mata-mata foram reduzidos a quase que um milagre, e o objetivo agora é brigar para permanecer no Campeonato Brasileiro da Série C em 2018. Para seguir brigando pela vaga na terceira divisão na próxima temporada, o Belo recebe o ASA de Arapiraca no provável adeus ao Estádio Almeidão em 2017, já que a última rodada vai ser fora de casa contra o Sampaio Corrêa. Nesta sexta-feira, a partida em João Pessoa acontece às 21h30.

Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017

Dico segue como a principal esperança de gols do Botafogo-PB na Série C. Até aqui foram seis gols (Foto: Cisco Nobre / GloboEsporte.com)

A semana começou diferente na Maravilha do Contorno. A derrota para o Confiança no último domingo rendeu na demissão do técnico Ademir Fonseca após quatro partidas à frente do clube. O Botafogo ocupa a oitava colocação do Grupo A, com 17 pontos conquistados. E quem vai comandar o Belo nas últimas rodadas da Série C é Ramiro Souza, técnico do time sub-19 e auxiliar nos tempos de Ademir.

Essa vai ser a segunda passagem de Ramiro Souza como técnico do time profissional do Botafogo. Na temporada de 2015, o treinador dirigiu o Belo em 10 jogos da Série C, tendo um aproveitamento de 46,6%, com quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas. No entanto, naquela ocasião, Ramiro teve mais tempo para trabalhar e a situação não era tão alarmente quanto a atual.

Questionado sobre o desafio de comandar o Alvinegro em um momento tão conturbado, Ramiro Souza admitiu que a fase não é dos melhores, mas afirmou a partida contra o ASA de Arapirava vale o ano o botafoguense.

– Quem veste essa camisa tem que estar pronto. Eu visto essa camisa e disse isso para os atletas. Somos um time vitorioso, mas o momento que nós passamos não é bom. Pedi aos jogadores que deem o sangue por essa camisa. Nesta sexta-feira temos um compromisso, o primeiro dessa reta final, e sabemos que precisamos da vitória. Vamos em busca do resultado – afirmou.

Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017

(Foto: Infografia )

Na noite desta sexta-feira, o técnico Ramiro Souza vai contar com a volta do volante Magno e do atacante Fernandinho. Ambos cumpriram suspensão automática no revés contra o Confiança. A tendência é que Magno seja titular e Fernandinho esteja como opção no banco.

Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017

(Foto: GloboEsporte.com/pb)

Contudo, durante as atividades da semana, Ramiro Souza utilizou um estilo mais parecido com o de Itamar Schülle, demitido no início de agosto, fechando os treinamentos e fazendo um mistério quando o assunto é o time titular. O Botafogo deve ir à campo com Michel Alves, Lito, André Santos, Plínio e Carlos Renato; Djavan, Magno, Roger Gaúcho e Marcinho; Dico e Rafael Oliveira.

Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017Botafogo da Paraíba joga a vida contra o ASA no provável adeus ao Almeidão em 2017

(Foto: Infografia )

A arbitragem para o confronto no Estádio Almeidão vem de Santa Catarina. Rodrigo D Alonso Ferreira apita e Eder Alexandre e Henrique Neu Ribeiro serão os auxiliares.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here