100 dias de gestão: Conde se transforma, se reinventa de mãos dadas com a população

0

Um processo intenso de transformação de consciência social, administrativa e política. É isto que o município de Conde vivencia nestes primeiros 100 dias de gestão da prefeita Márcia Lucena (PSB). Em meio ao caos deixado pela gestão anterior, a socialista conseguiu fazer muito, ainda que em regime de emergência financeira. O exemplo mais preponderante é a recuperação da rede se saúde básica da cidade. A comemoração dos 1oo dias será com o povo: Márcia inicia oficialmente nesta segunda-feira (10) o ciclo de plenárias do Orçamento Democrático Municipal.

Em entrevista ao Paraíba Já, a prefeita Márcia Lucena destacou a reversão do desmonte feito pela gestão anterior na saúde, que fechou o atendimento básico após o resultado das eleições. “Cuidamos do acolhimento e reestruturação. A situação emergencial foi superada. Temos hoje equipes qualificadas. Atendimento humanizado, médicos e médicas, o corpo de enfermagem completo. Apesar da calamidade financeira, estamos realizando a compra de medicamentos e realizamos eventos no mês das mulheres proporcionando atendimento especializado”, elencou.

No último final de semana, foi realizada a primeira edição do Mutirão na Vizinhança, na comunidade Ademário Régis, que executou a “construção de uma praça por meio de parceria e participação da comunidade”.

A gestão do Meio Ambiente ganhou uma nova cara. Antes, esta área era suprimida dentro da Secretaria de Turismo, agora é independente. Márcia explicou que logo na primeira semana da gestão, a remoção do lixo acumulado por toda a cidade foi prioridade. “Por meio desta secretaria e em parceria com a coordenadoria das juventudes e a sociedade civil (associações da Costa e do Conde) realizamos o projeto Onda Limpa. O lixo de dois anos acumulado e histórico foi e está sendo removido. Mobilização e conscientização da população a partir de trabalhos intersetoriais envolvendo diferentes secretarias para tratar desse assunto. Regulamentação. Fiscalização. Promoção ambiental. O município se afirmando para o controle dos espaços protegidos”, declarou.

A valorização da agricultura local também foi prioridade. “Estamos organizando a documentação dos agricultores para participarem da chamada pública da merenda escolar em condições de serem incluídos, pois ampliamos de 30 para 50% a participação da Agricultura familiar e orgânica na alimentação escolar”, destacou.

Respeito aos servidores

O cenário era desolador quando se tratava da folha de pagamento da Prefeitura de Conde. Os primeiros 100 dias de gestão de Márcia Lucena teve que arcar com as pendências da gestão anterior. Mas houve melhorias.

“Organizamos o pagamento do salário dos servidores: pagamos os atrasados de dezembro e estamos pagando dentro do mês trabalhado. No caso dos professores estamos pagando um pouco acima do piso nacional e realizaremos agora em abril a diferença retroativa de janeiro e em maio de fevereiro, referentes ao piso. Realizamos auditoria na folha de pagamento e excluímos distorções e irregularidades, como a exclusão de servidores fantasmas e gratificações sem base legal”, apontou.

Desafios

Mas o processo para promover tais ações não foi nada fácil. De acordo com Márcia, a atual gestão começou do zero, sem nenhuma referência, sede física e estrutura financeira.

“Não tínhamos referências nenhuma! E isso não é discurso de uma nova gestão, mas um fato! Os documentos foram queimados e os registros desaparecidos. Não tínhamos pegadas para nortear nossa chegada! A falta de espaço físico também dificulta muito! A sede da prefeitura foi doada no final de 2016 para o TJ e ficamos sem lugar para trabalhar e sem dinheiro para as primeiras providências. Mas grave também é a falta de conhecimento da população sobre os ritos básicos dá gestão pública. O Conde era uma grande fazenda com hábitos informais e nada republicanos. Historicamente havia  “a fila dos 20 reais” ou da conta de água e de luz na frente da prefeitura. Desde que assumi não existiu nenhum dia essa fila. Todo mundo compreendeu a partir da campanha que o negócio ia mudar. A população vem se habituando a participar pelas redes sociais e assim compreender sobre administração pública. A população está ansiosa por uma cidade iluminada, pavimentada, bonita e segura, mas está também ciente das dificuldades encontradas e tolerante conosco”, refletiu.

 

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here