No início da manhã deste sábado (27), a Polícia Militar (PM) prendeu em flagrante três integrantes da quadrilha responsável pela explosão do correspondente bancário do Bradesco, localizado em Taperoá, no Cariri paraibano.

De acordo com a PM, os homens foram perseguidos até a cidade de Santo André, que também fica na região. “Eles abandonaram o veículo e tentaram fugir correndo, mas foram cercados por várias equipes do 15º Batalhão e do Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC)”, informou.

A ação criminosa aconteceu na madrugada deste sábado. Durante a perseguição, os homens revidaram as investidas da polícia. Ao serem presos, a polícia encontrou com eles 6 armas, entre elas três fuzis, carregadores, munições e materiais utilizados na explosão.

A PM ainda informou que as investigações em busca de outros possíveis integrantes continuam. Estima-se que o grupo seja formado por 8 pessoas. Até o fechamento desta matéria, nenhum outro integrante havia sido preso.

Do Portal T5

Camara Municipal