Publicidade
Cotidiano

Sobe para 309 total de suspeitos presos por ataques no Ceará

O número de pessoas presas ou apreendidas, suspeitas de participação de ataques criminosos no Ceará, subiu para 309.

A informação foi publicada hoje (11) pelo governador do estado, Camilo Santana, em sua página oficial no Facebook.

Os ataques promovidos por facções criminosas tiveram início na semana passada e deixaram em alerta todo o estado.

Prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus e locais com veículos foram incendiados ou atingidos de alguma forma pelos grupos.

Militares da Força Nacional policiam as ruas, prédios e pontos de ônibus de Fortaleza visando garantir a ordem.

Na madrugada de hoje, mais 15 presos do sistema penal do Ceará foram transferidos para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A operação, concluída às 6h30 da manhã, contou com a participação de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de equipes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e do governo do estado.

Segundo o Ministério da Justiça, foram transferidos até o momento 35 detentos.

Na quarta-feira (9), 20 haviam sido levados para Mossoró. De lá, eles poderão ser distribuídos para outros presídios federais localizados em outros estados.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado disponibilizou o número 181, o Disque Denúncia do órgão, e um número de WhatsApp (98969-0182) para receber denúncias de atos criminosas ou atitudes suspeitas.

As informações são da Agência Brasil. 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Mostrar mais

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Bloqueador de Anúncios detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios