- Publicidade -
Cotidiano

Segunda melhor do Brasil, infraestrutura alavanca crescimento da PB no ranking de competitividade

A área da Infraestrutura, que foi gerida pelo candidato ao Governo do Estado, João Azevêdo (PSB), até abril deste ano, foi um dos pilares que impulsionou a Paraíba no ranking de competitividade dos estados. Sob a gestão de Ricardo Coutinho (PSB), a Paraíba ocupa a 9ª posição no ranking geral e a 1ª no Nordeste.

- Continua depois da publicidade -

No pilar da Infraestrutura, um dos dez levados em consideração na elaboração do ranking, a Paraíba subiu de 4º para 2º de 2017 para este ano, ficando atrás apenas de São Paulo e se tornando o estado que mais investe na área.

“O empresariado nacional e o Brasil vai olhando para um ranking como este e percebe que a Paraíba é o 2º estado mais competitivo do país no quesito Infraestrutura. Isto naturalmente é refletido nos dois mil quilômetros de estradas que foram construídas, nos mais de mil quilômetros de adutoras e toda a logística de infraestrutura a que esse estado foi dotado ao longo desses oito anos”, comemorou o secretário de Comunicação Institucional, Luís Tôrres, diretamente da cidade São Paulo, onde o governador Ricardo Coutinho recebeu a premiação na manhã desta sexta-feira (14).

O principal indicador que alavancou o desempenho no quesito foi a “qualidade das rodovias”, aprimorada substancialmente após a conclusão do programa “Caminhos da Paraíba”, tirando todos os municípios paraibanos do isolamento asfáltico. Com notas que vão de zero a cem, o indicador subiu de 46,1 para 62.

Outros indicadores que registraram aumentos significativos foram a “qualidade dos serviços de telecomunicações”, subindo de 84,9 a 97,6 e no “custo de combustíveis”, subindo de 74,1 para 88,6.

Evolução da Paraíba nos indicadores ao longo dos anos:

Sobre o ranking

A 7ª edição do Ranking de Competitividade dos Estados é elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em parceria com a Tendências Consultoria Integrada e a Economist Intelligence Unit.

Comente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar