A Promotoria de Defesa da Educação de Campina Grande expediu recomendações ao prefeito Romero Rodrigues (PSDB) e a secretária de Educação de Campina Grande Iolanda Barbosa e aos conselhos escolares e direção de sete unidades de ensino para que adotem as medidas necessárias para a solução das irregularidades apontadas em questionários que foram respondidos pelas direções e conselhos de diversas escolas e creches municipais.

Entre as medidas recomendadas estão adequação, instalação ou construção de ambientes e salas suficientes para o bom funcionamento das escolas; aquisição de novas carteiras ou cadeiras e novos birôs; melhoria da climatização de todos os ambientes escolares; e fornecimento de equipamento de proteção individual em quantidade suficiente aos funcionários, acompanhados de orientação quanto à necessidade e uso correto.

Também foram recomendadas medidas como realização de limpeza na área externa vizinho à escola; instalação de piso antiderrapante emborrachado nas rampas do pátio; elevação do muro; adequação da área da cozinha e da ventilação, a fim de garantir o conforto térmico; instalação de lavatórios na área de manipulação; aumento do tamanho da bancada; e instalação de local adequado, restrito e ventilado para guarda do material de limpeza, com identificação e utilizadas de forma a evitar o contato com alimentos.

Escolas e creches

– Creche Municipal Vovó Clotilde;

– Creche Municipal Nenzinha Cunha Lima;

– Creche Municipal Sinhazinha Celino;

– Escola Municipal Cícero Correia de Meneses;

– Escola Municipal Professor Mauro Luna;

– Escola Municipal Padre Emídio Viana Correia;

– Escola Municipal Ana Azevedo.

Comente