Paraíba registra mais seis novos casos de coronavírus e números de mortes estaciona

Subiu o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) na Paraíba, antes com 79 o estado passa a ter 85 infectados pelo vírus. A informação consta no novo boletim epidemiológico divulgado na noite desta sexta-feira (10) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O número de mortes, após apresentar alta nos últimos dois dias, estacionou, e segue em 11.

O número de casos descartados também não apresentou alteração, continuando em 770, assim como no boletim na quinta-feira (9).

Há a presença do vírus em nove municípios: João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Santa Rit, Igaracy, Junco do Seridó, Serra Branca, Patos e Sousa.

De acordo com a SES, no momento, 112 pessoas estão internadas com quadro respiratório, sendo 92 em enfermaria – 66 em hospitais públicos e 26 em privados.

Também há pacientes internados em UTI, que são 20, sendo 12 em hospitais públicos e oito em privados. Esses seguem em investigação para Covid-19.

Dos casos confirmados, oito estão hospitalizados, sendo quatro em leito de enfermaria e quatro em UTI.

Confira boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde

Atualização COVID-19 10/04 | 17h

Casos Confirmados: 85
Casos Descartados: 770
Óbitos confirmados: 11
Casos recuperados: 30

Até esta sexta, 10 de abril, os casos confirmados estão em 9 Municípios:

João Pessoa: 64; Cabedelo: 4; Campina Grande: 3; Santa Rita: 6; Igaracy:1; Junco do Seridó: 1; Serra Branca: 1; Patos: 4; Sousa: 1; Bayeux: 0 (APÓS INVESTIGAÇÃO MUNICIPAL, FICOU ESCLARECIDO QUE O CASO QUE ESTAVA CONTABILIZADO EM BAYEUX RESIDE, NA VERDADE, EM SANTA RITA.)

No momento, 112 pessoas estão internadas com quadro respiratório, sendo 92 em enfermaria (66 público/ 26 privado). 20 na UTI  (12 público/ 08 privado), seguindo em investigação para Covid-19. Os demais casos hospitalizados e com resultado não detectável seguem em investigação para demais vírus.

Dos casos confirmados, 8 estão hospitalizados, sendo 4 em leito de enfermaria e 4 em UTI.

Comente