Operação Impacto prende integrante do PCC em Itapororoca

Consulta no Conselho Nacional de Justiça mostrou que existia um mandado de prisão em aberto contra ele, oriundo da Justiça do Rio de Janeiro

A Polícia Militar da Paraíba, com o apoio da Guarda Civil da cidade de Itapororoca, prendeu, na noite desse sábado (5), um foragido da Justiça do estado do Rio de Janeiro, que estava sendo procurado pelo crime de roubo majorado. O suspeito é acusado de roubo a uma instituição bancária e atuava no tráfico de drogas em uma das comunidades do Rio de Janeiro.

Policiais da Força Tática da 2ª Companhia Independente estavam realizando rondas, dando continuidade à Operação Impacto da Independência, quando foram informados pelos agentes da Guarda Civil de Itapororoca, que havia um suspeito foragido da Justiça do Rio de Janeiro consumindo bebida alcoólica em uma residência na cidade.

A equipe policial, juntamente com os agentes da guarda, foi até a residência indicada, e lá abordou o suspeito. Ao fazer consulta no Conselho Nacional de Justiça, foi constatado que existia um mandado de prisão em aberto oriundo do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pelo crime de roubo majorado.

O foragido, Diogo Antonio dos Santos de Souza, 31 anos, estava morando na cidade de Itapororoca há cerca de seis meses. Ele é acusado de ter cometido um roubo ao Banco do Brasil, na Vila Isabel, região Zona Norte do Rio de Janeiro. Ainda de acordo com as informações, ele atuava em crimes de tráfico de drogas na Comunidade de Manguinhos, também no Rio de Janeiro, e pertencia à organização criminosa conhecida como Primeiro Comando da Capital (PCC).

O homem foi preso e conduzido para delegacia de Mamanguape.

Comente