Juiz determina pagamento de salário à família de ciclista atropelado em JP

De acordo com as informações contidas no processo, a família de Valdeci Pedro de Brito estaria passando por dificuldades financeiras

O juiz Ricardo da Silva Brito impôs, em decisão sobre o caso do pedreiro Valdeci Pedro de Brito, de 43 anos, vítima de atropelamento ocorrido na avenida principal Quadramares, em João Pessoa, que o acusado pague um salário mínimo à família da vítima até a conclusão do julgamento. O caso aconteceu no dia 1º de janeiro do ano passado.

+ Pedreiro atropelado na virada do ano tem morte cerebral, informa Trauma de JP

De acordo com as informações contidas no processo, a família de Valdeci Pedro de Brito estaria passando dificuldades financeiras.

“Asseveram, outrossim, que estão a necessitar de alimentos provisionais, porquanto com o
falecimento do esposo e pai das promoventes, as dificuldades financeiras aumentaram, já que o de cujus era o principal provedor da casa”, destaca trecho.

Entenda o caso

O pedreiro Valmir Pedro de Brito, 43 anos, teve morte cerebral confirmada no dia 2 de janeiro do ano passado, após ser atingido por um veículo quando estava de bicicleta a caminho do trabalho, no dia 1º de janeiro do mesmo ano, em uma faixa preferencial, na Avenida Governador Antônio Mariz, em João Pessoa.

Valmir chegou a ser internado no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Com informações do Polêmica Paraíba