João diz que acusações de Moro são graves e lamenta:”não precisávamos, perder o foco do inimigo”

O governador da João Azevêdo (Cidadania) usou suas redes sociais, na noite deste sábado (25), para se expressar sobre as denúncias do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, que, ao pedir demissão na última sexta-feira (24), pediu investigação sobre uma suposta interferência do presidente da República, jair Bolsonaro, na Polícia Federal.

Para João Azevêdo, as denúncias feitas por Moro, são graves e precisam se apuradas. João também lamentou o fato de em meio à uma pandemia o Brasil ter que perder o foco do inimigo, que é o coronavírus.

Veja post

 

 

Comente