- Publicidade -
Política

Jackson cobra “palanque para Lula” na PB do PSB, mas admite apoiar PDT de Ciro Gomes; ouça

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, deu uma entrevista nesta quinta-feira (21) que certamente deixou população e dirigentes partidários confusos.

- Continua depois da publicidade -

Jackson disse que um dos pré-requisitos para fechar aliança seria o palanque nacional para a candidatura de Lula à presidência da República e que o PSB estaria demorando a se definir neste sentido.

“Queremos fortalecer o palanque do presidente Lula […] desde o ano passado que o PT coloca isso e que, agora, participando de reunião da nacional, nós queremos fortalecer o palanque de Lula nos estados e decisão final do PSB sobre o apoio do candidato à presidência está em disputa”, argumentou.

Minutos depois, questionado sobre a aproximação com o PDT, o dirigente avaliou a eventual aliança como sendo positiva para o PT, pois a legenda teria um protagonismo maior.

O problema com o raciocínio de Jackson é que uma aliança com o partido da vice-governadora Lígia Feliciano inviabilizaria a sua própria condição imposta anteriormente: a de conseguir palanque para Lula na Paraíba. O PDT conta com presidenciável Ciro Gomes que, na última pesquisa Datafolha, do dia 10 deste mês, saiu com 6% de intenção de votos empatando com Alckmin e ficando atrás apenas de Lula (30%), Bolsonaro (17%) e Marina Silva (10%). Para fechar aliança com o PDT, segundo Jackson, basta “dividir palanque com um aliado”.

“Ela [aliança com o PDT] garante a reeleição dos meus 3 deputados estaduais e a reeleição do deputado federal Luiz Couto como também mantém o nosso discurso de estar no palanque de um partido que nacionalmente é aliado nosso, um partido irmão que votou contra o impeachment de Dilma e as reformas de Temer e é um partido que tranquilamente o PT pode continuar conversando”, disse.

As falas do dirigente partidário foram ocorreram em entrevista ao programa Correio Debate, da Rádio Correio FM.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar