Internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Tibiri 2 após sofrer um infarto, um paciente de 72 anos aguarda há seis dias uma transferência para um hospital especializado no tratamento de doenças cardiovasculares.

A denúncia foi feita pela filha do idoso, identificado por Luiz Gonzaga Pereira. Segundo o relato da moça, Luiz foi internado no dia 8, após ter desmaiado. No mesmo dia, foi encaminhado para o Hospital de Trauma de João Pessoa para realizar uma tomografia. Após o exame, foi encaminhado novamente para a UPA onde realizou um eletrocardiograma no dia seguinte, que constatou o infarto.

O médico que deu o diagnóstico disse que o mesmo precisava ser transferido com urgência para um hospital especializado, porém, quase uma semana depois, o mesmo continua na unidade amarela da UPA. Segundo funcionários da instituição hospitalar, uma falta de repasse da prefeitura de Santa Rita à prefeitura de João Pessoa estaria impossibilitando a transferência. As cidades possuem um convênio para este tipo de atendimento médico.

“Para você conseguir uma transferência, a família tem que procurar algum conhecimento político para conseguir, pois um paciente passou 15 dias na mesma situação e só assim foi transferido”, teria relatado uma funcionária da UPA.

O relato desesperado da filha do paciente no Facebook já conta com mais de 100 compartilhamentos desde a data de sua publicação – o sábado passado (10).

Leia o relato:

Camara Municipal