Correios nega roubo de munição usada no assassinato de Marielle de sua sede na PB

0

A superintendência dos Correios na Paraíba negou, neste sábado (17), que a munição utilizada no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) tenha sido subtraído de sua sede no Estado. A informação de que as munições, que pertenciam a Polícia Federal (PF), haviam sido roubadas na Paraíba foi dada pelo ministro Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, na sexta-feira (16). A vereadora foi morta na última quarta-feira (14) com quatro tiros na cabeça.

De acordo com os Correios na Paraíba “não houve nenhum registro de furto ou roubo a carga da Polícia Federal e os Correios também não foram notificados pela PF de nenhum incidente deste tipo”, pelo menos não na última década. A informação foi repassada pela assessoria de imprensa.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here