Uma interdição na calçada do Cine Capitólio de Campina Grande foi realizada na tarde desta quarta-feira (16) pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). O prédio histórico tem ameaça de desabamento e foi isolado com tapumes de alumínio. A ação foi um pedido do Ministério Público durante uma reunião que aconteceu no dia 10 de maio.

Na reunião, a Prefeitura de Campina Grande e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) chegaram a um consenso sobre a revitalização do local. O impasse durava há anos, porque o projeto inicial apresentado pela prefeitura não foi aprovado pelo instituto. Mas este ano, em uma parceria público-privada, um novo projeto foi apresentado e ainda este semestre deve começar o processo de licitação.

O Cine Capitólio fica em uma área movimentada do Centro da cidade e muitas pessoas passam pela calçada. Segundo a prefeitura, a medida foi para prevenir algum tipo de acidente, pois o prédio está com rachaduras e infiltrações.

Nesta quinta-feira (17), técnicos da prefeitura e do Iphaep se reúnem com o titular da Promotoria da Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Social, Eulâmpio Duarte, para definir os ajustes finais do projeto de revitalização do Cine Capitólio.

De acordo com Eulâmpio Duarte, o primeiro relatório da prefeitura deverá ser entregue até o dia 30 de maio para avaliação final do Iphaep – que tem até o dia 30 de junho para apresentar o resultado da análise do projeto.

No projeto apresentado, serão construídos 50 quiosques no 3º pavimento do prédio denominado de Shopping Popular Edson Diniz, destinado aos vendedores autônomos cadastrados na prefeitura que comercializam em frente ao Cine Capitólio e outros que ocupam as calçadas da rua João Pessoa, no Centro da cidade. Informações do G1.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here