Brancos recebem 55% a mais que pretos na Paraíba em 2019, aponta IBGE

Diferença entre média dos salários de brancos e pretos foi de R$ 758; dados são do PNADC e foram divulgados nesta quarta-feira

Quase 55%. Esta é a diferença entre o rendimento médio de trabalhadores brancos e pretos na Paraíba, em 2019. Com um valor médio de R$ 2.111, o branco obteve rendimento maior que o preto no estado, que teve rendimento médio de R$ 1.363. Isso representa uma diferença de R$ 748 na média.

Esses dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), divulgados pelo Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE) na quarta-feira (6).

Se comparado às pessoas pardas, que apresentaram média de R$ 1.406, o rendimento dos trabalhadores brancos foi 50,1% maior. O que resulta em uma diferença de R$ 705.

Homens recebem mais que mulheres

No quesito gênero, os homens seguem recebendo mais que as mulheres no estado. Conforme os dados do IBGE, os trabalhadores do sexo masculino apresentaram rendimento médio mensal 13% maior do que o das mulheres no ano passado. Na média do país, a diferença foi de quase 29% (28,7).

Os trabalhadores paraibanos receberam, em média, R$ 1.708, já as mulheres ganharam R$ 1.512.

Rendimento médio paraibano

O rendimento médio mensal entre todos os paraibanos foi de R$ 1.629. Este índice fica abaixo do rendimento médio no Brasil, de R$ 2.308. Porém, a Paraíba fica acima da média da região, que é R$ 1.588.

Comente