Bolsonaro diz que “talvez tenha sido infectado” por coronavírus e que pode fazer novo exame

Após divulgar o resultado negativo de dois exames para saber se está com coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 20, que poderá realizar um terceiro teste. Isso porque, segundo ele, como tem contato com muitas pessoas, pode já ter sido infectado.

“Estou bem. Fiz dois testes, talvez faça mais um até, talvez, porque sou uma pessoa que tem contato com muita gente. Recebo orientação médica”, disse ele ao deixar o Palácio da Alvorada. Há uma semana, Estado pede a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) que apresente os dois resultados do exames já feitos pelo presidente, mas até esta sexta-feira, 20, não obteve resposta.

Ao todo, 22 pessoas que o acompanharam na viagem que fez aos Estados Unidos, na semana passada, contraíram o coronavírus. Entre eles, assessores próximos e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, que se reuniu três vezes com Bolsonaro no dia anterior a ser diagnosticado com a doença.

Mesmo assim, o presidente disse que pretende manter sua rotina de trabalho. No domingo passado, dia 15, Bolsonaro ignorou a orientação para ficar em isolamento e participou de manifestações de rua a favor do governo e contra o Congresso. Na ocasião, segundo levantamento do Estado, teve algum tipo de contato com 272 pessoas.

O contato com uma pessoa infectada é uma das formas de transmissão do coronavírus. O presidente foi criticado por infectologistas e até por aliados por expor os manifestantes ao risco de contaminação pela covid-19.

O presidente, que completa 65 anos neste sábado, 21, disse que fará uma festa de aniversário em casa, restrita a familiares. As informações são do Estadão.

Comente