Baixa letalidade da polícia da PB é destaque em reportagem do Fantástico

A baixa letalidade da Polícia Militar da Paraíba foi destaque em uma reportagem especial do Fantástico, veiculada no último domingo (19), sobre a violência policial em todo o país. A repórter Sônia Bridi veio ao estado acompanhar de perto algumas ações da Secretaria de Segurança Pública. Assista no site do programa da TV Globo (a partir de 13:11).

De acordo com dados da reportagem, as mortes pela PM vem em queda nos últimos três anos. Além disso, as mortes violentas no geral estão em baixas consecutivas nos últimos sete anos.

“Estamos na rua procurando combater o crime, aplicar a Lei, e todos os princípios fundamentais que estão na nossa Constituição. A polícia aqui não sai caçando”, afirmou o secretário Jean Nunes à reportagem da revista eletrônica da TV Globo.

Também foi destaque durante a reportagem, o treinamento dos policiais, como o uso do simulador, onde agentes aprendem a atirar em quem saca uma arma durante uma abordagem ou ação; e o Programa Polícia Solidária, que atua nas periferias para reduzir as mortes e evitar conflitos, além de propiciar programas de arte com jovens.

O programa ‘Paraíba Unida Pela Paz’, que premia policiais por apreensões e não letalidades nas ações também foi ressaltado na reportagem.

Caso Tácio, em CG

O caso de Tácio também foi mostrado na reportagem. Onde o jovem de Campina Grande foi morto por um policial militar, após ser abordado em uma rua da cidade.

Sem nenhum motivo aparente, Tácio recebeu ym tiro disparado por um policial de dentro de uma viatura. O PM disse, em depoimento, que atirou porque achou que ele estivesse armado. Nesta semana, houve o indiciamento dele por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. O inquérito foi concluído em um mês.

Comente