“A PB parou de receber recursos federais”, diz Couto ao denunciar perseguição de Temer ao Estado

O candidato ao Senado na Paraíba, Luiz Couto, voltou a denunciar a perseguição que o Governo da Paraíba tem sofrido do presidente Michel Temer (MDB). “Desde que Temer assumiu a Presidência da República, a Paraíba parou de receber recursos federais” ressaltou acrescentando que mesmo assim, o governador Ricardo e João conseguiram realizar obras importantes, como as 12 novas escolas técnicas estaduais, que estão oferecendo aos estudantes uma nova profissão”, observou.

Candidato a senador pela coligação ‘A Força do Trabalho’,  Luiz Couto (PT) afirmou que os paraibanos têm três missões importantes neste ano: a primeira é eleger Lula (PT) presidente, a segunda é eleger João Azevêdo govenador e a terceira é escolher ele e Veneziano Vital (PSB) como representantes da Paraíba no Senado Federal.

Publicidade
ALPB

Ao lado de João e do governador Ricardo Coutinho (PSB), Luiz Couto participou, na noite desta sexta-feira (10), de uma plenária popular que reuniu centenas de moradores dos bairros dos Estados, Ipês, Treze de Maio, Mandacaru e Padre Zé. O deputado revelou que, por onde tem andado, as pessoas só falam bem do candidato do PSB ao Governo da Paraíba.

“Estive em Itaporanga e região e o que mais escutei foi a frase: em João a gente acredita. As pessoas acreditam porque sabem que João conhece profundamente a Paraíba; elas sabem que ele é capaz, porque já demonstrou isso com as estradas, as adutoras, os hospitais e as escolas técnicas feitas por toda a Paraíba. É de João que a Paraiba precisa; ele é o único capaz de manter o projeto implantado por Ricardo”, enfatizou.

Já o governador Ricardo Coutinho ressaltou a qualidade da chapa formada por João, Lígia Feliciano (PDT) – candidata a vice-governadora -, Veneziano e Luiz Couto. “São pessoas que podem andar de cabeça erguida por serem honestas e decentes, condições fundamentais, não apenas na política, mas na vida”, destacou.

“A Paraíba vai levar a Brasília uma representação a sua altura, com senadores antenados, convergentes e sensíveis ao que a população brasileira tem cobrado de seus representantes. O povo não vai dar mais um mandato para os que conspiraram contra a democracia e votaram contra os trabalhadores, aprovando uma Reforma Trabalhista que só aprofundou o desemprego e as desigualdades do país”, completou Ricardo.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]