Vídeos: Jovem paraibano ganha destaque na internet com covers musicais; assista

0

Quando tinha 8 anos de idade, ele encarou um concurso musical na escola. Conquistou a segunda colocação da disputa interpretando a canção ‘Sozinho’, sucesso na voz de Caetano Veloso. Aos 11, passou a aproveitar as apostilas que o irmão trazia do curso de violão, para tentar aprender – por conta própria – a tocar o instrumento. Ainda não era o bastante.

Empolgado, pediu o teclado de uma prima emprestado e, após muitas maratonas solitárias de estudo, acabou tirando som dali também. Hoje, aos 22 anos, o paraibano Matheus Lucena de Medeiros é, por profissão, designer e social media. Mas não deixou a música de lado. Há um mês, decidiu postar um vídeo na internet onde aparece cantando. Depois do primeiro, vieram mais quatro. O material viralizou e a repercussão tem sido surpreendente.

Publicamente, Matheus começou a cantar em corais que embalavam as missas dominicais no parque religioso Cruz da Menina, no município de Patos, onde nasceu. Depois, ingressou em outro ministério, numa comunidade católica, também na cidade. Sempre muito quieto, o garoto surpreendia as pessoas quando soltava a voz. “Acho que não esperavam que eu cantasse”, conta, entre risos.

A motivação para o envolvimento com a música vinha de dentro de casa. “Eu diria que meus pais foram os meus maiores incentivadores a cantar. Meu pai adorava quando nas reuniões familiares e aniversários, eu e meu irmão tocávamos e cantávamos algumas músicas de MPB”, lembra.

O tempo foi passando e as coisas ficando mais sérias. Apesar de somar experiências de longas datas, só no ano passado foi que Matheus fez suas primeiras aulas de técnica vocal, com o professor Breno Frazão. Atualmente, participa do coral Gazzi de Sá, da UFPB, sob os cuidados de Giovanna Maropo.

Pontapé

Tudo começou a ganhar uma nova proporção no último mês de março, quando ele teve uma ideia em plena tarde de domingo: ligar a câmera e gravar um vídeo caseiro cantando. “Depois de assistir a um episódio do The Voice Kids, fiquei com uma música linda na cabeça, que eu adoro: Coração de Papel. Resolvi postar pra ver no que ia dar. E rapidinho o pessoal no Facebook começou a compartilhar e sugerir outras músicas. No dia seguinte, tava com umas 2.000 visualizações”, diz.

A resposta positiva foi imediata, mas a coragem para encarar a empreitada não apareceu assim tão rapidamente. “Sempre me pediam pra fazer uns vídeos e postar, depois que isso de ter um canal fazendo cover ficou popular. Mas eu era muito resistente, porque sou meio envergonhado pra cantar, e confesso que tinha receio das críticas”, revela. Vencida a preocupação inicial, o projeto tem fluido de vento em popa. “Sentindo essa resposta tão boa, resolvi começar a gravar vídeos semanalmente”.

Bastidores

As gravações acontecem na casa dele, em João Pessoa. Os amigos dão aquela forcinha durante o processo e tudo funciona meio no improviso. “Cada coisa é emprestada de alguém: microfone, luzes, placa de áudio, cabos, decoração…”, diverte-se. As imagens são feitas por Amanda Carvalho, Isabella Diniz e Gustavo Mikaell, todos colegas de Matheus dos tempos da faculdade.

O repertório é pensado em conjunto: Matheus escolhe músicas que gosta e que o pessoal sugere nas redes sociais. Inclusive, o vídeo favorito dele é o da canção Pra você dar o nome, da banda 5 a Seco, sugerida por um amigo no Facebook. “Simplesmente viciei na música, e logo tratei de ensaiar uma versão pra gravar. Esse foi o vídeo que mais gostei porque passa muito sentimento, a letra é incrível e essas músicas mais ‘melódicas’ são as que mais gosto de cantar”, explica.

O sucesso na internet já tem impulsionado Matheus Medeiros a encarar novos desafios – coisas que ele nem imaginava. Já fez participação especial no show da cantora paraibana Izza Simões e tem programas agendados em TVs locais. Ele conta que, por ora, não tem pretensão de se tornar um cantor profissional e ganhar a vida dessa maneira. Porém, destaca que está curtindo bastante o retorno que seus vídeos têm o proporcionado. “O carinho com que as pessoas estão recebendo o que estou produzindo é muito bom de sentir. Música pra mim é um amor gratuito. O que vier através dela será bem-vindo”. As informações são do blog de Alysson Bernardo.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here