Vídeo: Paraibano Hulk marca, Kaká volta, e Brasil vence Costa Rica nos Estados Unidos

    0

    O Brasil deu a impressão de que venceria facilmente a Costa Rica, com um gol marcado pelo jogador paraibano Hulk logo no início, mas não foi além disso. Apesar de algumas chances criadas ao longo do amistoso nos Estados Unidos – com um gol legal anulado para cada lado –, a equipe verde-amarela venceu por 1 a 0.

    O triunfo na Red Bull Arena, em Harrison, foi o primeiro de dois jogos preparatórios dos comandados de Dunga para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. O próximo está marcado para terça-feira, contra os Estados Unidos, em Foxborough, na região metropolitana de Boston.

    Com Neymar no banco, atuando apenas no final da partida porque começará as Eliminatórias suspenso, a Seleção contou com boas atuações de Lucas Lima, Douglas Costa e Marcelo. Começou bem e abriu o placar aos nove minutos, em lance no qual Hulk soube usar muito bem o corpo.

    Houve várias oportunidades criadas, sem que o frágil adversário assustasse Marcelo Grohe. Na etapa final, no entanto, os costa-riquenhos chegaram a balançar a rede, com Ruiz, gol mal anulado por impedimento. Pouco depois, Douglas Costa também teria um gol incorretamente invalidado pelo mesmo motivo.

    Observando o time para os compromissos oficiais que virão, Dunga gastou todas as suas cinco alterações. Entraram Kaká, Philippe Coutinho, Elias, Lucas e Neymar, para alegria de um estádio que não se lotou. As chances criadas no finalzinho não alteraram o placar.

    Superioridade, mas placar mínimo

    O Brasil começou a partida encontrando facilidade para criar jogadas. Logo no início, Hulk bateu forte falta sofrida por Willian e testou a atenção de Pemberton. Em seguida, Douglas Costa fez cruzamento da esquerda em rebote de escanteio. David Luiz apareceu quase sem goleiro no segundo pau, mas Pemberton se recuperou e fez grande defesa.

    O placar não foi aberto em jogada construída por Douglas Costa pela esquerda porque ele foi muito fominha, mas, aos nove minutos, não teve jeito. Danilo não foi preciso em lançamento ao ataque, deixando a bola mais para o zagueiro González. Hulk, no entanto, ganhou no corpo, puxou para o pé esquerdo e bateu na saída do goleiro.

    À frente no marcador, a Seleção continuou mandando na partida. Com uma estreia bastante produtiva de Lucas Lima, que armava o jogo pelo meio, seguiu no campo de ataque, tendo trabalho na defesa apenas por causa nos erros na saída de bola. Fernandinho ainda teve finalização perigosa, mas o ritmo, em parte por causa do calor, acabou caindo.

    A velocidade voltou a subir após o intervalo. A equipe verde-amarela foi ao ataque, com Douglas Costa em momento produtivo, e teve rapidamente quatro finalizações perigosas. Acuada, a Costa Rica respondeu em um belo passe de Venegas para Ruiz. Ele recebeu nas costas de David Luiz, bateu no ângulo e viu seu gol mal anulado por impedimento.

    Willian ainda teve boa chance, concluindo mal cruzamento de Douglas Costa, antes que começassem as anteriores. Os costa-riquenhos ganharam velocidade com Campbell. Os brasileiros ganharam a experiência de Kaká e a habilidade de Philippe Coutinho – saíram Kaká e Lucas Lima.

    A boa parceria entre Marcelo e Douglas Costa rendeu um gol do meia-atacante, também mal anulado por impedimento. E, nos 15 minutos finais, Dunga gastou suas últimas substituições botando Elias, Lucas, Rafinha e Neymar, que ganhou a braçadeira de capitão de Miranda. As boas jogadas armadas não mudaram o placar mínimo.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here