Vereador comemora decisão da Justiça e lembra atuação do Paraíba Já no caso da Lagoa

0

O vereador Bruno Farias (PPS) comemorou a decisão judicial que obriga o presidente da Câmara de João Pessoa (CMJP) Durval Ferreira (PP) a instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lagoa. Ele relembrou das dificuldades enfrentadas pela bancada de oposição para conseguir manter o mínimo de debate sobre as irregularidades apontadas no relatório da Controladoria Geral da União (CGU), na obra de revitalização do Parque Solon de Lucena, executadas pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

“Através do ofício da Caixa, que batizaram como relatório da Caixa Econômica Federal, uma medida que não durou 24 horas. Porque mentiras tem pernas curtas e no dia seguinte os auditores da CGU ratificaram todos os pontos e disseram que aquele ofício da Caixa era absolutamente inconsistente. Depois, com argumentos frágeis a CPI foi arquivada e agora o Poder Judiciário teve que chamar às falas o Poder Legislativo Municipal para que nós não usurpássemos de exercer nossa atribuição principal que é fiscalizar os atos do Poder Executivo”, declarou.

Farias aproveitou o momento para agradecer a “imprensa livre”, e principalmente ao Paraíba Já, por ter realizado uma série de reportagens investigativas sobre o caso, nos meses de setembro e outubro do ano passado, período que antecede a divulgação do relatório da CGU.

“Uma ação que começou, é preciso registrar, através da imprensa livre. Através da jornalista Edilane Ferreira, no Paraíba Já, no trabalho de jornalismo investigativo, e hoje cabe a está Casa dar seguimento a investigação e a apuração que começa a ser feita pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal”, finalizou o vereador do PPS.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here