Raphael Funchal e Nathalia Bellar rememoram clássicos do choro e samba

    0

    O pianista Raphael Funchal e a cantora Nathalia Bellar vão promover um encontro de guardiões do choro e do samba no Sabadinho Bom. O projeto é uma promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), realizado nesta sábado (25), das 11h30 às 16h, na Praça Rio Branco, com entrada gratuita.

    Defensor da música brasileira foi em meio às rodas de chorinho que Funchal decidiu abraçar o gênero. Atualmente, ele toca ao lado dos ídolos de infância: Maurício Carrilho, Luciana Rabello, Nailor “Proveta” Azevedo, Toninho Carrasqueira, Maestro Spok, entre outros.

    No repertório deste Sabadinho Bom, Raphael vai incluir clássicos como “Carinhoso” (Pixinguinha), “Tico Tico no Fubá” (Zequinha de Abreu), “Feira de Mangaio” (Sivuca), “Carinhoso” (Pixinguinha), “Santa Morena” e “Noites Cariocas” (Jacob do Bandolim), “Pedacinho do Céu” (Waldir Azevedo), mais um pout-pourri de regionais de Gonzagão, Jackson do Pandeiro e Dominguinhos.

    Nathalia Bellar – A pessoense Nathalia Bellar começou a enveredar pela música aos 15 anos, quando ganhou do pai o primeiro violão. Passou a se dedicar ao estudo do instrumento nas horas vagas, influenciada pelo rock do Legião Urbana e até do pop de boy bands da época. Por fim, descobriu a música de Elis Regina e Maria Bethânia, as suas maiores referências.

    Para este sábado, ela preparou um repertório inspirado nos sambas que ficaram famosos nas vozes de Marisa Monte (“Vai saber”, “Dança da solidão”), Maria Rita (“Cara valente”), Jorge Ben (“Mas que nada”) e Potyzinho Lucena e Kojak do Banjo (“O sol e o temporal”). “Desta vez, preferimos tirar o peso da banda e dar uma sonoridade mais acústica, apenas com violão, cavaco e voz”, diz Nathalia, ansiosa por estrear novo clipe de um sucesso antigo, “Voyage, voyage”, da cantora Desireless.

    Como a maioria dos artistas, Bellar debutou em boates e bares da Capital e estendeu a experiência para eventos como o Recital de Música e Dança Cenated (2010), o Verão é Cultura e a Parada LGBT (2011), a Mostra Sesc de Música Paraibana de 2012 (onde apresentou e gravou a música “Pra Durar”, de autoria própria), e o Carnaval de Todos os Ritmos de 2013.

    Bellar também vai estrear novo projeto em novembro numa casa de shows no Bessa, em que prestará uma homenagem a Elis em interpretações carregadas de emoção, bem ao estilo da Pimentinha.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]