Reitor extrapola gastos e Estado injeta R$ 21 milhões para UEPB pagar o 13º salário

    3

    O reitor da Universidade Estadual da Paraíba, professor Rangel Júnior, admitiu, nesta segunda-feira (15), durante entrevista à Rádio Arapuan FM, que a instituição não dispõe de recursos financeiros para efetuar o pagamento do 13º salário dos servidores. É o terceiro ano seguido que a UEPB chega ao final do ano em crise financeira.

    Assim como ocorreu em 2012 e 2013, o pagamento do 13º dos servidores da UEPB deste ano só será possível graças à intervenção do Governo do Estado, que terá que fazer uma suplementação de R$ 21 milhões para evitar que a universidade feche 2014 inadimplente com os servidores e professores.

    A crise financeira instalada na UEPB é atribuída exclusivamente à falta de planejamento do reitor Rangel Júnior. Servidores culpam a atual gestão de destinar 89% dos recursos da instituição apenas ao pagamento da folha de pessoal.

    Ao contrário do que argumenta do reitor Rangel Júnior, o secretário de Planejamento do Estado, Thompson Mariz, afirmou nesta segunda-feira à Rádio Arapuan FM, em João Pessoa, que não é responsabilidade do Governo o fato de a UEPB está sem recursos em pagar o 13º dos servidores.

    Para o secretário, o problema é de má gestão. “Não há atraso, não houve corte nenhum, em nenhum momento. O Governo manteve o duodécimo em dia e fez mais um aporte de R$ 10 milhões de suplementação”, frisou Thompson Mariz.

    Segundo o secretário, o problema foi que a gestão da UEPB não fez a reserva de 1/12 avos, que a instituição deveria ter feito, para o pagamento da folha no final do ano. “Todo órgão deve fazer. Era preciso ter feito uma reserva para pagar o 13º e isso não foi feito”, enfatizou.

    “A UEPB é autônoma e para isso recebe o recurso, mas não é soberana. Ela não pode pegar o recurso e fazer o que quer”, completou Thompson Mariz, que por vários anos foi reitor da Universidade Federal de Campina Grande.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here