Polícia realiza mais de 170 prisões no Sertão com atuação do Grupo Táticos Especiais

0

O trabalho especializado da Polícia Civil na região de Sousa, Sertão da Paraíba, tem resultado na prisão de criminosos, além da elucidação de crimes na área da 19ª Delegacia Seccional, que abrange ainda outras 12 cidades. Com a atuação dos Grupos Táticos Especiais (GTE), somente este ano, no período de janeiro a novembro, foram efetuadas 176 prisões, sendo 60 em flagrante e 116 por cumprimento de mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário.

De acordo com balanço da 19ª Delegacia Seccional, ainda foi registrada a apreensão de armas de fogo, munições e entorpecentes. Foram retirados de circulação pelos GTE de Sousa e Pombal 11 revólveres, cinco pistolas, cinco espingardas calibre 12, duas espingardas de outros calibres, uma bereta, três rifles, o que soma um total de 27 armas de fogo apreendidas. Além disso, foram retirados das ruas cerca de nove quilos de maconha, um quilo e meio de crack e aproximadamente um quilo de cocaína, o que resulta em mais de 11 quilos de entorpecentes recolhidos. O trabalho da Seccional também se estende em relação aos crimes patrimoniais, principalmente os que envolvem o roubo de veículos. Este ano já foram recuperados dois carros e 14 motocicletas.

A delegada da Seccional, Patrícia Forny, destacou que as equipes dos Grupos Táticos têm ao todo 17 policiais, entre delegados, agentes de investigação, escrivães e motorista, que atuam diretamente na repressão aos crimes contra a vida e a repressão ao tráfico de entorpecentes e ao porte ilegal de arma de fogo. “São ações específicas, fruto de investigação policial, e que ganharam este ano o reforço do delegado Carlos Seabra, compondo essa equipe. A atuação aliada àquela desempenhada pela Delegacia de Roubos e Furtos, que começou seus trabalhos em abril deste ano, vem dando um resultado diferenciado no enfrentamento à violência em nossa Área Integrada de Segurança Pública (Aisp)”, explicou.

Apreensão de cigarros – Um dos trabalhos de destaque realizados pelos GTE de Pombal e Sousa no 2º semestre deste ano foi uma apreensão de cigarros contrabandeados, avaliados em R$ 2 milhões. A ação aconteceu no dia 9 de setembro, quando mais de 800 caixas do produto sem nota fiscal foram localizadas no sítio Flores, zona rural de Pombal. Dois homens foram presos em flagrante durante o trabalho policial. As caixas de cigarros foram levadas para delegacia da cidade, sendo necessários dois caminhões para transportá-las.

Outro trabalho investigativo dos GTE no dia 8 de novembro resultou na apreensão de mil unidades de munição e mais 2 mil carteiras de cigarros contrabandeados na cidade de Pombal. O comerciante de bebidas Edmilson Almeida Evangelista, 62 anos, foi preso em flagrante depois de um mandado de busca e apreensão cumprido em sua residência. No local foram encontradas as munições calibres .44, .45, .556, 12, 762, 40 e 380 e ainda as caixas de cigarros.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here