“PT não vai constranger o PMDB pelo país”, diz Cunha sobre protesto na ALPB

    0

    O presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) atribuiu a autoria da manifestação de ativistas de diversas entidades representativas aos deputados Anísio Maia (PT) e Estela Bezerra (PSB). Para ele, essa manifestação foi paga e organizada fundamentalmente pelo “braço sindical do PT”, de intenção única e exclusivamente política. E manda recado para o Partido dos Trabalhadores. “O PT não vai constranger o PMDB pelo país. Nós não vamos aceitar isso. É este o nosso recado”, declarou.

    “O que está acontecendo aqui é uma manifestação coordenada pelo deputado Anísio Maia, que trouxe os manifestantes da CUT, e a deputada Estela Bezerra, que é ligada ao movimento LGBT, que inclusive impediu a polícia de fazer a segurança da Assembleia. Acho muito estranho o governador não ter garantido a segurança de um evento politico em uma casa legislativa, demonstrando que aqui não se respeita a independência dos poderes”, afirmou.

    Cunha ainda disse que sempre esteve aberto ao diálogo com qualquer entidade e ataca o PT. “Este partido faz manifestações orquestradas, usando seu braço sindical. Esse tipo de coisa, a baderna, não pode ser aceita pela democracia. Estou aberto a qualquer diálogo, a Câmara também. Nós viemos debater reforma política, pacto federativo, como é oferecido em todos os locais que se inscrevem para fazer esse tipo de debate. Mas vir fazer baderna, é objetivo politico”, desabafou.

    “Esse braço sindical pelego, que está sendo pago, como aconteceu também em Brasília, está a serviço do PT. É um movimento político e a sociedade deve saber disso. O que não podemos deixar é que aqueles que tem muito a se explicar ao país, queiram se disfarçar de donos da sociedade. A maioria dos sindicatos apoiaram a terceirização, como a Força Sindical. A CUT não conseguiu encontrar respaldo na sua posição ideológica, porque perdeu a maioria da sociedade representada na Câmara”, disse.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here