Ministro da Fazenda anuncia membros da equipe econômica nesta terça-feira

0

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, remarcou para esta quinta-feira (17) o anuncio da nova equipe econômica do governo. O nome mais esperado é o do presidente do BC (Banco Central), órgão cuja meta é controlar a inflação.

O nome mais cotado para assumir o lugar do atual presidente da autoridade monetária, Alexandre Tombini, é o do economista-chefe do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn, que foi diretor de Política Monetária do BC durante a gestão de Armínio Fraga.

Cotado inicialmente para ser ministro da Fazenda do presidente interino Michel Temer, Ilan recusou e disse que só vai contribuir com o eventual governo Temer.

Ilan deve perder o status de ministro, mas a equipe do presidente interino estuda o envio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para garantir foro privilegiado para o presidente do BC e para toda a diretoria da instituição.

Até o momento, o único nome confirmado por Meirelles para a equipe econômica foi o de Tarcísio José Massote de Godoy, que assumirá o cargo de secretário-executivo do ministério. Godoy é servidor da carreira de finanças e controle do Tesouro Nacional desde 1993.

O consultor legislativo do Senado Federal, Marcos Mendes, é outro nome praticamente certo para a equipe econômica do novo governo. Ele será assessor do ministro Meirelles. Pelo Facebook, Mendes comentou que, apesar da sua nomeação não ter saído confirmada, já começou a trabalhar em benefício da economia nacional.

— Todos sabem que os desafios são enormes. Seria mais fácil ficar fora, mas acho que é hora de ajuda. […] Como dizem os jogadores de futebol: prometo dar tudo de ‘si’ e, se Deus quiser, ajudar o grupo a sair com bom resultado.

Ex-ministro de Lula, Meirelles é visto como a principal liderança da equipe econômica de Temer na busca pelo equilíbrio das contas públicas, o combate ao desemprego e o controle da inflação. Uma das propostas mais polêmicas já tratada pelo ministro é a reforma da Previdência. Meirelles já declarou que não será possível equilibrar o saldo negativo das aposentadorias sem mexer nas regras de acesso ao benefício.

As informações são do R7.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here