João Bosco Sátiro dedura preparador do Campinense e técnico do Bota-PB em súmula

    0

    A partida da última quarta-feira entre Botafogo-PB e Campinense, válida pela quarta rodada do Campeonato Paraibano, parece mesmo não ter fim. Além das possíveis chances do confronto ser tema dos tribunais por conta da participação de Roberto Fonseca, que havia sido expulso na partida anterior ao jogo deste meio de semana, o árbitro do duelo dessa quarta-feira, João Bosco Sátiro, relatou toda confusão do pós-jogo na súmula do confronto.

    O árbitro paraibano da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no documento oficial da partida, acabou dedurando o preparador de goleiros do Campinense Alexandre Laguzza e o técnico da equipe pessoense, Roberto Fonseca.

    Segundo Sátiro, o membro da comissão técnica do rubro-negro “desferiu um tapa no rosto do jogador do Botafogo, Walter Januário de Paula Júnior, número 03, que não revidou a agressão”.

    Já em relação ao comandante botafoguense, o árbitro de João Pessoa relatou que “o técnico do Botafogo, Roberto Fonseca, fez gestos obscenos para os jogadores do Campinense”. Ambos podem ser denunciados pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB).

    Além da ação que já moveu, denunciando a possível participação irregular de Roberto Fonseca na partida dessa quarta-feira, a diretoria do Campinense prometeu entrar com uma outra ação no TJD-PB da Paraíba em relação aos problemas de segurança que aconteceram na partida diante do Belo, no Almeidão.

    Do blog Voz da Torcida

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here