Inflação precisa ficar em até 0,86% em dezembro para não estourar meta

    0

    A inflação precisa ficar em até 0,86% em dezembro para não estourar o teto da meta estabelecida pelo governo para 2014, segundo cálculo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Desde agosto a inflação vem estourando o teto da meta no acumulado em 12 meses, de 6,5% (a meta é de 4,5% no ano, com tolerância de 2 pontos a mais ou a menos. A inflação, portanto, pode ficar em até 6,5% sem descumprir formalmente a meta). Em novembro, o IPCA acumulado ficou em 6,56%. Essa meta, no entanto, só vale para anos fechados – ou seja, o governo só terá descumprido a meta se a inflação em 12 meses seguir acima de 6,5% em dezembro.

    De acordo como IBGE, para repetir o resultado de 2013, quando o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o ano em 5,91%, a taxa de dezembro deve ficar ainda menor, em 0,3%, apontou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do órgão. A taxa não fica nesse patamar desde agosto deste ano.

    “O que vai acontecer ao fechar o ano é que nós vamos trocar uma taxa de 0,92%, que foi uma taxa alta, a taxa de dezembro de 2013, por uma outra ainda não conhecida, que o IBGE vai medir. O que nós temos visto ao longo dos últimos meses é que a taxa está girando em torno de 6,5%. Em poucos meses nesse ano, a taxa ficou abaixo desse número – então, ao medir o resultado de dezembro, nós vamos ver se essa tendência dos últimos meses vai se comprovar”, declarou Eulina.

    Segundo a especialista do instituto, o reajuste de 3% na gasolina – que chegou às distribuidoras em 7 de novembro, pode impactar o IPCA de dezembro. O peso da gasolina na inflação geral do país é de 3,72%.

    “No próximo mês, do que temos conhecido até agora, não há administrados relevantes. A menos da gasolina, já que nesse mês de novembro nem todo o reflexo sobre as bombas foi absorvido, foi apropriado no IPCA, já que o reajuste foi a partir do dia 7 de novembro. Uma parte da gasolina ainda vai impactar o mês de dezembro”, afirmou Eulina.

    Inflação fica em 0,51%

    A inflação oficial do país em novembro ficou em 0,51% em novembro. No mês anterior, havia sido de 0,42%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado de 12 meses, a inflação ficou em 6,56% e se manteve acima do teto da meta do governo, de 6,5%, pelo 4º mês seguido. No acumulado do ano, até novembro, o índice é de 5,58%. Em novembro de 2013, a taxa havia sido de 0,54%.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here