Estadão: “David Bowie se despediu do mundo com ‘Lazarus’. Não entendemos”

    0

    Na última sexta-feira, 8, comemoramos o 69º aniversário de David Bowie. A data veio marcada com o lançamento de mais um álbum do camaleão do rock, . Sua capa era apenas isso, uma estrela negra sob fundo branco, algo que lembrava luto. Chamamos de Blackstar. O disco foi gravado com uma banda de jazz nova-iorquina. A crítica especializada classificou o trabalho como introspectivo, sombrio, mais frio que os anteriores.

    O primeiro single do álbum é Lazarus. O nome faz referência ao personagem bíblico Lázaro — segundo a Bíblia, um homem que estava morto e foi ressuscitado por Jesus depois de quatro dias de sua morte. O videoclipe que acompanha a canção exala cores frias. Tem quatro minutos. Bowie está numa cama de hospital – embora o cantor comece dizendo que está “no céu” – e luta para sair dela. Tenta remover suas ataduras (“Eu tenho cicatrizes que não podem ser vistas”, diz um trecho da letra), sem sucesso. É agonizante.

    Durante aqueles quatro minutos, Bowie tenta escrever uma carta — ou um testamento, um bilhete de despedida. Não sabemos. Quando termina, entra em um guarda-roupa. Assim termina o videoclipe. Seus últimos versos são: “Eu estarei livre. Não é assim, como eu?”. Foi uma despedida. Hoje, sabemos que Bowie finalmente se libertou da luta que travava com aquela doença havia 1 ano e meio e deixou seu testamento musical. Planejou o fim de sua vida e carreira com uma lucidez assombrosa.

    Não entendemos. As informações são do Estadão.

    O cantor britânico David Bowie morreu neste domingo (10), aos 69 anos, anunciou um comunicado em sua página oficial no Facebook. Ele lutava contra um câncer havia 18 meses. O filho do artista também confirmou a informação para a rede de TV britânica BBC.

    “David Bowie morreu em paz hoje cercado por sua família após uma corajosa batalha de 18 meses com câncer. Enquanto muitos de vocês vão compartilhar essa perda , nós pedimos que respeitem a privacidade da família durante o seu tempo de luto”, diz o comunicado publicado na rede social.

    O artista se manteve longe dos holofotes desde que passou por uma cirurgia cardíaca da emergência em 2004. Sua última performance ao vivo foi em um show de caridade em Nova York em 2006.

    Bowie comemorou seu aniversário de 69 anos no dia 8 de janeiro com o lançamento do álbum “Blackstar”, o 25º e o mais recente trabalho de uma longa carreira. O disco tem recebido críticas positivas. Com informações do G1.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here