Queimaduras: 14% das vítimas são crianças e no período junino, ocorrências sobem em 30% em JP

    0

    Neste período junino, as pessoas devem redobrar a atenção para evitar possíveis queimaduras. Com a queima de fogueiras e fogos de artifícios, aumentam os riscos de acidentes, tanto para adultos quanto para crianças. Segundo o diretor administrativo do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, Edvan Benevides, o atendimento nesta época do ano sobe em média 30%.

    De janeiro até abril deste ano, o setor de queimados do Hospital de Trauma já registrou 407 ocorrências. As crianças de 1 a 4 anos lideram o ranking das atendimentos com 60 casos, representando 14,8%. Já em 2014, durante todo o ano, o hospital recebeu 1.326 pessoas, dessas, 234 foram crianças nesta faixa etária citada, sendo 17,6% do total.

    De acordo com Edvan, o Trauma é referência no atendimento a queimados no Estado. “Temos no hospital uma equipe multidiciplinar. Esses profissionais participam de uma campanha anual de prevenção a queimaduras. Agora, neste periodo é intensificada. Apesar do aumento de queimados em virtude dos festejos juninos, nosso objetivo é que o número de atendimentos diminua em relação ao ano de 2014”, ressaltou o diretor.

    Prevenção

    Para evitar acidentes dessa natureza, o major Tiago Aragão, relações públicas do Corpo de Bombeiros, recomenda que os fogos de artificio sejam comprados apenas em locais credenciados. “Os usuários devem ler e seguir as instruções contidas no rótulo do produto. Crianças só devem usar fogos de acordo com sua faixa etária e nunca tentar reacender uma bomba porque há risco de uma explosão tardia”, destacou.

    Com relação as fogueiras, o Major indica não acender fogueiras com muita gente ao redor, não atirar fogos de artifícios dentro das fogueiras. Evitar montar a fogueira em baixo da fiação elétrica e próximo a postos de combustíveis. Ele lembra que deve-se sempre apagar as brasas com um balde de água no fim da festa.

    O bombeiro disse que em casos de queimaduras, é recomendável lavar o local apenas com água corrente e se dirigir para uma unidade hospitalar. “Não deve-se colocar no local da queimadura manteiga, pasta. Deve-se ligar para Central do Corpo de Bombeiros, 193, e após os primeiros atendimentos a vítima será encaminhada ao hospital”, explicou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here