Dupla paraibana não mantém favoritismo e perde ouro para mexicanos no vôlei de praia no Pan

    0

    A dupla paraibana Álvaro Filho e Vitor Felipe tinha perdido apenas um set nos Jogos Pan-Americanos (para a Venezuela). Tirando isso, dominavam a competição. Mas a dupla número 22 do mundo parou na força dos mexicanos Juan Virgen e Rodolfo Ontiveros, com rodagem em Circuito Mundial (19º da listagem da Federação Internacional). Apesar de muito esforço, saíram derrotados pelo placar de 2 a 1, parciais de 21/18, 13/21 e 8/15, em sua primeira edição do Pan. Assim, levaram a medalha de prata.

    Dessa forma, o Brasil não conseguiu manter a rotina de ouros no vôlei de praia masculino nessa competição. Em 2011, foi primeiro lugar com Alison “Mamute” e Emanuel. Na edição anterior, no Rio de Janeiro, os vencedores foram Ricardo e Emanuel. Em 2003, o país teve a prata, com Luizão e Paulo Emílio, e o mesmo aconteceu em 1999, primeira com o vôlei de praia, com Adriano Dias e Luis Barbosa da Silva. Franco e Roberto Lopes foram bronze em Winnipeg.

    A segunda colocação no Pan foi inédita na carreira da dupla, e se junta aos dois vice-campeonatos mundiais sub-21, em 2009 e 2010, e ao tricampeonato brasileiro na mesma categoria, em 2008, 2009 e 2010. Com o medalhista de ouro de Atenas 2004, o baiano Ricardo, Álvaro foi vice-campeão do Mundial na Polônia, em 2013, e eleito melhor jogador. Foi a revelação daquele ano no Circuito Mundial.

    Vitor tem como principais conquistas, além das que conseguiu com Álvaro, os Grand Slams de Berlim, na Alemanha, com Alison “Mamute”, e de Xiamen, na China, com Evandro.

    As informações são do Globo Esporte.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here