Deputado relembra ‘dinheiro voador’ e recomenda que PSDB troque de porta-voz

1

O deputado estadual Anísio Maia (PT) repercutiu a as declarações do senador e líder do PSDB no Senado Federal, Cássio Cunha Lima, sobre a 24ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada ontem (04) e que autorizou a Polícia Federal a levar coercitivamente o ex-presidente Lula para prestar depoimento.

Para Anísio, o senador paraibano não tem credibilidade para falar em conduta ilibada na política. Ele também criticou o tom suntuoso e moralista do discurso do tucano.

“Com todo respeito ao nosso Papa Francisco, parece até que Cássio Cunha Lima é um papa. Que personagem mais sério, que personagem de uma conduta ilibada falando! Cássio? Quem é Cássio Cunha Lima pra dizer isso? Até porque em matéria de investigação, ele conhece muito bem, né? ” ironizou o deputado sobre o fato de Cássio ter tido o mandato de governador cassado por corrupção.

Anísio ainda provocou afirmando que Cássio tinha motivos para exaltar o juiz Sérgio Moro, pois de acordo com ele, Moro segura há dois anos o processo do Caso Concorde, em que o senador tucano é um dos investigados.

“Mas como é  (com um político) do  PSDB, de Cássio Cunha Lima e companhia, está bem congeladinho, à zero grau”, provocou.

“Esse é o homem que está chamando o Brasil para legalidade? É o chamado falso moralista. É só o que tem agora. É o cara que fez, fez, fez e agora reclama. Arrumem outra pessoa pra falar dessas coisas porque Cássio Cunha Lima não é muito indicado pra isso. Eu acho que escolheram a pessoa errada pra falar nesse momento”, alfinetou Anísio.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here