Luiz Couto comparece à Câmara durante feriado para cumprir expediente e vira destaque nacional

    0

    O deputado Luiz Couto (PT-PB) foi destaque nacional na noite de quarta-feira (03) e ainda hoje, nesta quinta-feira (04). O motivo é que o parlamentar paraibano foi o único que esteve presente no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, durante sessão não deliberativa realizada na tarde de ontem, véspera do feriado prolongado de Corpus Christi.

    A foto e o fato correram a intenet, jornais e as redes sociais, e gerou muitos comentários em todo país. A estranheza é que os políticos brasileiros sempre emendam feriados e faltam sessões que antecedem as “folgas” proporcionadas pelo calendário nacional para antecipar a volta para os estados de origens e até viagens internacionais, oficiais ou não, como foi o caso da cúpula da Câmara liderada pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e mais 20 parlamentares.

    A viagem oficial inclui o roteiro turístico por Israel e Paris, além de uma sessão do balé “Lago dos Cisnes”, no teatro Bolshoi, em Moscou.

    O objetivo oficial principal da viagem é a participação dos deputados e senadores em uma reunião parlamentar dos BRICs (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), na segunda-feira (8), na capital russa.

    Parte da comitiva começou a viagem na noite de segunda (1º). Eduardo Cunha levou a mulher, Cláudia Cruz, e chefia uma delegação de 13 deputados federais, além de assessores e do ex-candidato à Presidência Pastor Everaldo (PSC), segundo roteiro da viagem elaborado pela Câmara.

    A comitiva é formada, basicamente, por aliados do presidente da Câmara, como os líderes das bancadas do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), do DEM, Mendonça Filho (PE), do PTB, Jovair Arantes (GO), do PR, Maurício Quintela Lessa (AL), do PSC, André Moura (SE), do PPS, Rubens Bueno (SP), além do líder da oposição, Bruno Araújo (PSDB-PE).

    Todos se hospedam no hotel Waldorf Astoria, o mais luxuoso de Jerusalém, com diárias entre US$ 500 e US$ 1.200. “Quem trouxe a esposa, como eu, está pagando por sua conta. Teve gente que veio totalmente por conta própria, que sequer foi pago pela Câmara”, disse Cunha.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here