Deputado justifica saída do PEN: ‘partido foi criado pelos descontentes com o governo’

0

O deputado estadual licenciado, Ricardo Marcelo, que oficializou nesta segunda-feira (16) sua filiação ao PMDB e abandonou o PEN, afirmou que não irá trabalhar para o partido romper com o governador Ricardo Coutinho (PSB), mas mantém seu posicionamento de oposição ao socialista e que pode repensar sua aposentadoria na vida pública para servir a Paraíba.

“Vou seguir a orientação partidária, mas acredito que o partido irá respeitar as minhas convicções. Nós queremos construir um partido que seja determinante para o futuro da Paraíba e participar ativamente do pleito deste ano e de 2018”, declarou.

O deputado afirmou que o ponto principal é contribuir para o crescimento da Paraíba. “Estou entrando numa nova agremiação, vamos conversar e analisar os quadros que virão pela frente. Eu espero servir à Paraíba, servir ao PMDB, como sempre fiz. Hoje temos uma nova história, o Brasil tem um novo comportamento político e nós queremos participar de uma forma positiva para não contribuir apenas com o partido, mas com o crescimento da Paraíba”, enfatizou.

O deputado lembrou sua passagem no Partido Ecológico Nacional (PEN), partido que faz parte da base aliada do governador Ricardo Coutinho.

“O PEN foi criado para abrigar pessoas que estavam descontentes com o governo, que eram até da própria sigla partidária do governador e que estavam descontentes e queriam um partido para ter independência e criamos o PEN exatamente para isso. Além de ser uma sigla importante, pois trata da preservação do meio ambiente, também chegou a ter 10 deputados, fiz a minha parte, o meu trabalho e acredito que agora é outra etapa e vamos seguir em frente no PMDB”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here