Clementino Fraga inova e implanta musicoterapia nos leitos da UTI

0

O Complexo Hospitalar de Doenças Infectocontagiosas Clementino Fraga, unidade integrante da Secretaria de Estado da Saúde (SES), implantou a musicoterapia individual em cada um dos seis leitos da sua UTI. O projeto é um complemento ao tratamento e busca restaurar o equilíbrio, bem estar e a consciência sobre o processo saúde-doença.

A musicoterapia é uma modalidade que usa a música como tratamento coadjuvante, não medicamentoso, para atender às necessidades físicas, emocionais, cognitivas sociais e espirituais dos indivíduos em todas as idades, já que a audição é o último sentido a ser perdido pelo paciente. Inicialmente, o repertório é baseado em músicas leves, instrumentais e algumas de cunho religioso, sempre respeitando as preferências do paciente e seus familiares.

A UTI, por se tratar de um setor que atende pacientes críticos, acaba tornando a assistência muitas vezes mecanizada e, dentro das modalidades encontradas na humanização, a musicoterapia permite envolver os familiares, pacientes e profissionais de saúde.

“A UTI é um local preparado para prestar atendimento a pacientes graves, que exigem cuidados de alta qualidade.A musicoterapia é mais um instrumento de humanização da assistência de enfermagem a pacientes hospitalizados em ambientes de tratamento intensivo. O cuidado em unidades críticas é sempre um ato de amor, no qual estão inseridos a motivação, o compromisso, a postura, a ética e a moral, características pessoais, familiares e sociais. Dessa forma percebe-se que a assistência humanizada vai além de cuidados com a enfermidade”, destacou a diretora-geral do CHCF, Adriana Teixeira.

Estrutura

A UTI do Complexo Hospitalar Clementino Fraga possui seis leitos separados por box, com antessala em cada um deles para higienização das mãos. No desenvolvimento do projeto da musicoterapia, foram instaladas mini caixas de som, sendo uma ao lado do leito do paciente, nas quais é permitida a colocação de um pendrive para execução das canções.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here