Circuito Cardume chega à última semana com cinco espetáculos de teatro e dança

0

O Circuito Cardume se despede do público paraibano com cinco espetáculos de teatro e dança. Na última semana da temporada 2017, serão realizadas nove apresentações. Nesta quarta-feira (25), às 20h, alunos do curso de teatro da Funesc se apresentam no palco do Paulo Pontes com “O Santo e a Porca no Auto da Boa Preguiça”. Os ingressos custam R$ 5 (meia entrada) e R$ 10 (inteira). Nesta quinta (26) e sexta-feira (27), às 20h, no mesmo palco, a atração é o espetáculo de dança Baile Muderno, com a Cia. Fuá de Terreiro. O acesso custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada).

 

As apresentações do sábado (28) e domingo (29), se concentrarão no Teatro Santa Roza. Às 17h, a atração é a peça “Os Saltimbancos Atrapalhados”, com o grupo Saltimbancos. O acesso custa R$ 10 (meia entrada) e R$ 20 (inteira).

 

Nos mesmos dias, no jardim do teatro, enquanto espera pela atração do palco principal, o público poderá acompanhar, às 19h, o espetáculo gratuito “Maria das Águas”, com alunos do Curso de Teatro da Funesc. Fechando o Circuito Cardume deste ano, o Grupo Lavoura se apresenta, sempre às 20h, com “O Último Édipo”. A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

 

Sobre o projeto Circuito Cardume – Tomando como base a ideia de coletivo e a perfeita sincronia entre os integrantes de uma mesma equipe, os peixes que habitam os espelhos d’água do Espaço Cultural José Lins do Rego serviram de inspiração para o nome do projeto de ocupação lançado pela Funesc na primeira semana de janeiro. A edição de 2017, que teve início no dia 5 de janeiro, se estende até o dia 29, contemplando os segmentos de teatro, dança e circo.

 

O projeto nasce da necessidade de ocupar esses locais durante o mês de janeiro, além de oferecer mais uma opção de lazer aos turistas que visitam a Capital paraibana durante o período de alta estação.

 

O Cardume é uma iniciativa da Funesc desenvolvida por meio das coordenações de teatro (Suzy Lopes), dança (Ângela Navarro) e circo (Diocélio Barbosa), áreas envolvidas no projeto. Além de estabelecer uma consistente agenda de programação ao longo do mês de janeiro, o projeto dá acesso ao público em geral ao que está sendo produzido na cena paraibana.

 

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here