Você viu? Ação no STF contra Cássio no caso ‘Lambe Ovos’ já tem relator definido

1

O processo movido pelo jornalista Tião Lucena contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que tramita no Supremo Tribunal Federal  (STF), já tem relator: ministro Ricardo Lewandowski.

O jornalista Tião Lucena ingressou, através do advogado Francisco Ferreira, com uma queixa-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a condenação do vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), por injúria e difamação.

Leia também:

Vereador se solidariza com jornalista e critica oportunismo de Cássio com transposição

‘Agressão’ de Cássio a jornalista paraibano repercute na mídia nacional; leia a matéria

Jornalista paraibano agredido por Cássio na internet decide processar senador tucano 

Cássio perde a compostura e xinga jornalista paraibano em grupo no WhatsApp

De acordo com o advogado Francisco Ferreira, a ação contra Cássio foi movida no STF pelo fato de o senador possuir foro privilegiado. Ele adiantou, no entanto, que ainda nesta terça-feira (7) estará acionado o parlamentar tucano na Justiça comum por danos morais.

O imbróglio envolvendo Tião e Cássio começou no último final de semana depois que o jornalista compartilhou em um grupo de WhatsApp uma matéria mostrando a tentativa do senador de tirar proveito político da transposição o do Rio São Francisco.

Irritado com o compartilhamento da reportagem, o atual vice-presidente do Senado Federal enviou, no grupo de WhatsApp, uma mensagem direcionada a Tião. “Bajulador! Já me bajulou muito. Lambe ovo do governador. Já lambeu muito o meu”, escreveu o vice-presidente do Senado.

A confusão acabou extrapolando os grupos de WhatsApp e chegou à imprensa. Diante da repercussão, ainda no sábado (4), Tião Lucena, que além de jornalista é procurador de carreira do Estado, prometeu acionar Cássio judicialmente.

Você viu? Ação no STF contra Cássio no caso 'Lambe Ovos' já tem relator definido

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here