YouTube vai investir US$ 100 milhões em criadores de conteúdo negros

O YouTube anunciou que investirá US $ 100 milhões para amplificar as vozes de criadores de conteúdo negros que trabalham em sua plataforma. O dinheiro será utilizado para desenvolver talentos e financiar novos projetos – como novos canais ou novos programas dentro de espaços já existentes mas que precisem de investimento financeiro para serem realizados.

A novidade foi compartilhada pela CEO da rede social, Susan Wojcicki, que deu detalhes sobre o plano de apoiar e proteger a comunidade negra presente na plataforma. “Estamos comprometidos a fazer melhor como plataforma, para amplificar e por no centro as vozes e perspectivas negras”, afirmou Wojcicki.

O primeiro projeto será um especial original do YouTube chamado “Beat Witness, Take Action”, que irá ao ar pela primeira vez no dia 13 de junho. O especial inclui ativistas, criadores e artistas como John Legend e Roxane Gay, que ajudarão a levantar fundos para a Equal Justice Initiative. Wojcicki afirma ainda que a empresa continuará com seus esforços para combater assédio e discurso de ódio, para criar um ambiente seguro para a comunidade negra do YouTube.

Como lembra o The Verge, o YouTube não é a primeira plataforma a se posicionar após os recentes protestos da comunidade negra americana. A Apple, por exemplo, lançou um fundo de US$ 100 milhões para a Racial Equity and Justice Initiative. Já o Google prometeu um fundo de US$ 12 milhões para várias organizações que combatem o racismo sistêmico, enquanto a Amazon e o Facebook se comprometeram a doar US$ 10 milhões para grupos que trabalhem com justiça social e racial.

Do B9.

Comente