YouTube deixará de recomendar vídeos com teorias da conspiração e revisionismos

Pode parecer absurdo, porém, em pleno 2019, existe gente que acredita piamente que a Terra é plana e que vacinas causam autismo e outros problemas.

Para tentar conter essa epidemia de desinformação e revisionismo, o YouTube anunciou, via comunicado oficial, que vai deixar de recomendar vídeos com essa inclinação, mudando o algoritmo vigente na plataforma, tornando o acesso a esse tipo de conteúdo mais difícil.

O algoritmo será treinado com moderadores humanos, aliado a um sistema de machine learning, que filtrará vídeos conspiratórios e revisionistas com linguagem extremista. Por enquanto, a mudança só vale nos EUA, mas logo será aplicada mundialmente.

Vale ressaltar que esse tipo de conteúdo não será censurado ou removido da plataforma. Apenas o acesso a eles será dificultado, já que eles deixarão de ser sugeridos aos usuários. Com JovemNerd.

Comente