Vila Sítio São João é o 3° melhor ponto turístico de Campina Grande

A Vila Sítio São João é o terceiro melhor ponto turístico de Campina Grande. Isso é o que aponta o TripAdvisor, um dos principais sites de turismo do mundo. A Vila só fica atrás do Parque do Povo, local do Maior São João do Mundo, e do Açude Velho, cartão postal da cidade. A lista completa pode ser acessada na página do site internacional.

No TripAdvisor, a Vila Sítio São João é aprovada por 9 entre 10 pessoas. Essa classificação é fruto de avaliações feitas por visitantes. Um deles diz que “o sítio atende perfeitamente ao que se espera quanto a um turismo de experiência. Você realmente tem a sensação de ter voltado no tempo. Durante o período junino há várias intervenções artísticas no local. Maravilhoso, recomendo”.

Outro usuário do site afirma que “se você for a Campina Grande e não conhecer a Vila Sítio São João deixou de apreciar e sentir a essência da verdadeira festa e do que (era/é) o interior nordestino. Entrei e fiquei encantado com a originalidade e capricho, nos seus mais menores detalhes”.

Com uma cenografia histórica, a Vila Sítio São João está localizada na Avenida Floriano Peixoto, próximo ao Ginásio ‘O Meninão’. Em 2019, o local abre as portas ao público no próximo sábado, dia 8 de junho, e segue até 7 de julho com shows de artistas renomados, como Walkyiria Santos, Sâmya Maia, Os 3 do Nordeste, Eliane, Capilé e outros.

Ingressos

Os ingressos para os finais de semana podem ser adquiridos em Campina Grande na Banca do Orlando, que fica na Praça da Bandeira, no Centro, e Bodódromo Restaurante, localizado na Rua Fernandes Vieira, no bairro José Pinheiro. Também é possível comprar ingressos em João Pessoa nas Lojas Rutra dos shoppings Manaíra e Mangabeira e no site do Bilhete Certo. O visitante paga o valor promocional de meia-entrada que é R$ 25.

Nas quintas e sextas-feiras a Vila Sítio São João também é aberta ao público das 12h às 22h e o ingresso estará disponível na bilheteria do local e custa R$ 10. Já das segundas até as quartas-feiras o espaço ficará disponível apenas para atender a demanda de aulas educativas da rede pública de ensino e entidades filantrópicas.

Comente