Vídeo: vice-presidente do Senado, Veneziano reage às ameaças de Bolsonaro

Em conversa com apoiadores na saída do Alvorada, presidente diz que há “terreno fértil para a ditadura” e defende decretação de estado de sítio no país

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) reagiu, nesta sexta-feira (19), às ameaças do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que pela manhã, em conversa com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada, sem máscara, afirmou que  o “terreno fértil para a ditadura é exatamente a miséria, a fome, a pobreza“ e defendeu a decretação de um estado de sítio no país.

Aos apoiadores, o presidente da República disse que o governo federal precisará adotar medidas contra as ações restritivas adotadas por governadores para conter o avanço da pandemia (veja ao fim dessa reportagem).

“É para dar liberdade para o povo. É para dar o direito ao povo trabalhar. É para dar direito ao povo trabalhar. Não é ditadura não. Temos uns hipócritas aí falando de ditadura o tempo todo, uns imbecis. Agora o terreno fértil para a ditadura é exatamente a miséria, a fome, a pobreza”, disse o presidente da República. “Eu gostaria que não chegasse o momento (de decretar o estado de sítio), mas vai acabar chegando”, acrescentou.

No início desta tarde, Veneziano postou um vídeo nas redes sociais reagindo às declarações de Bolsonaro (confira vídeo acima). “Minha reação contra as ameaças, insinuações e intimidações do presidente da República sobre possíveis atitudes dissociadas da democracia que o governo federal possa tomar. Não aceitaremos instalar realidades outras em um país democrático como o nosso”, comentou na postagem o parlamentar paraibano, que atualmente ocupa a Vice-Presidência do Senado Federal.

Confira no vídeo abaixo as declarações do presidente