Publicidade
CotidianoJá TV

Vídeo: Mulher sofre queimaduras e parente da vítima acusa Trauminha de negar socorro

Uma mulher que sofreu queimaduras por líquido quente, na madrugada desta quarta-feira (11), foi socorrida até o Trauminha de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa.

- Continua depois da publicidade -

Segundo uma sobrinha da vítima e um taxista, que gravaram um vídeo, os profissionais negaram atendimento à vítima.

No vídeo, que está circulando pelas redes sociais, a vítima aparece desmaiada, enquanto e sobrinha e o taxista denunciando a direção do Trauminha ne negar socorro médico.

Ela foi transferida, então, ainda no táxi, para o Hospital de Trauma da Capital. Segundo informações da assessoria da unidade, a mulher deu entrada no complexo de saúde às 4h15 desta quarta-feira.

O estado de saúde ainda não foi divulgado e a vítima está em observação da cirurgia plástica. A mulher tem 35 anos e é moradora do bairro de Mangabeira. As informações são do portal Tambaú 247.

Saiba mais

Gerido pela Prefeitura de Municipal de João Pessoa (PMJP), o Ortotrauma de Mangabeira – Trauminha – passa por uma das maiores crises de atendimento de sua história. É o que constatou o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), após fiscalização no local, ocorrida no último dia 4 de abril.

No dia 12 de abril, o Paraíba Já teve acesso, com exclusividade, ao relatório elaborado pelo CRM, apontando diversas irregularidades que colocam a vida de pacientes em risco. Entre outras irregularidades, o relatório mostra que vários pacientes que chegam ao Trauminha são atendidos na sala de sutura, devido a superlotação da sala de emergência e urgência.

Ainda de acordo com o relatório, o atendimento na sala de sutura traz riscos a todos os pacientes internados no setor. No dia da fiscalização, haviam 12 pacientes na emergência, sendo que a capacidade é para apenas sete. Com a superlotação, não tinha equipamentos para suprir a demanda.

A fiscalização do CRM constatou, ainda, paredes com infiltrações e contaminadas por fungos; banheiros de enfermarias sem descarga, propiciando a circulação de coliformes fecais e a infecção de pacientes internos; e coletores de urina sem tampas sendo transportados pelos corredores do hospital.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Dúvida: Po que na época em que havia eleição para o governo do estado o Ortotrauma era o céu e o Trauma era o inferno? Por que nequele tempo a secretaria de saúde do município era um anjo e o secretário Valdson do estado um demônio? Os médicos viviam fazendo vídeo do Trauma para postar em mídias sociais, agora é o município quem sofre com esses ataques! De um jeito ou de outro só chegamos a cpnclusão de que tudo isso é interesse político! Pior, se os políticos roubam ou fazem mal é porque são um espelho da sociedadde!
    Esse rapaz que fez essas imagens bem como quem divulgou (no caso o Clickpb) mostra bem seus onteressses em pressionar gestor ara obter benefícios para si e para seus dono$$$$, Tristemente o Clickpb e outros portais de notícias da Paraíba tem se tornado cada vez mais sensacionalistas e denuncistas vazios, fazendo julgamentos superficiais sem se aprofundar nas notícias, com interesses como os de alguns colunistas do portal prevalecendo! Em um bom site ou jornal, bons jornalistas investigam a fundo e informam com serenidade, sem puxar para esse ou aquele lado! Assim os jornalistas da Paraíba jamais serão grandes jornalistas! Triste para imprensa da Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar