Vídeo mostra que Vitor Hugo pode estar envolvido no esquema de corrupção em Cabedelo

A Operação Xeque-Mate, deflagrada na última terça-feira (03), em Cabedelo, pela Polícia Federal (PF), teve repercussão nacional, neste domingo (08) e revelou o possível envolvimento do prefeito interino, Vitor Hugo (PRB) no esquema de corrupção. O quadro do Fantástico “Cadê o Dinheiro que Estava Aqui?” mostrou um vídeo onde ele aparece  recebendo um envelope com dinheiro supostamente de propina.

O esquema, que desviou cerca de R$35 milhões dos cofres públicos, foi ilustrado por cenas inéditas. Em uma das imagens captadas por câmeras instaladas pela Polícia Federal,  Vitor aparece recebendo um envelope de uma funcionária responsável por distribuir o dinheiro desviado entre os vereadores.

Ao todo, foram afastados 85 servidores públicos, contando entre eles o prefeito Leto Viana; o vice-prefeito Flávio Oliveira, o presidente da Câmara Municipal, Lúcio José, e a vice-presidente da Casa, Jacqueline França, esta última mulher de Leto. Dos quatro, todos do PRP, apenas Oliveira não foi preso. Da Câmara, cinco vereadores foram presos e cinco afastados.

Em resposta, Vitor Hugo divulgou um vídeo, nas redes sociais, dizendo que foi pego de surpresa com a matéria do Fantástico e explicou que todos os vereadores recebem seus vencimentos na Prefeitura de Cabedelo através de cheques, em envelopes.

Assista o vídeo na íntegra:

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]