Vídeo: influenciadora paraibana diz que Amazonas é atrasado e gera polêmica

Em um vídeo publicado na sua conta no Instagram, a influenciadora reclama dos preços, do calor do local e até mesmo das músicas

A influenciadora paraibana Karol Ferreira foi acusada nas redes sociais de proferir falas xenofóbicas sobre o estado do Amazonas, localizado na região Norte do país. Segundo ela, o local seria “atrasado”.

Em um vídeo publicado na sua conta no Instagram, a influenciadora reclama dos preços, do calor do local e até mesmo das músicas. “A qualidade de vida não é boa que nem no Nordeste. É meio atrasado perante as coisas que a gente ver aí. O estilo de música é bem antigo, de 10, 15 anos atrás”.

Além disso, Karol chegou a falar sobre a aparência da população do estado. Na observação da influenciadora: “todos são índios ou descendente de índios”. Ela reclamou, ainda, que eles não gostam de ser chamados dessa forma. O termo índio para se referir a indígenas é considerado pejorativo.

Nos comentários de uma das publicações, as pessoas acusaram Karol de ser xenofóbica. “Show de xenofobia. Eles não gostam de ser chamados de índios, porque esse não é o termo correto. Indígena ou povos originários. E nem todo amazonense ou manauara é indígena. Ridícula”, disse um dos seguidores.

Entre outros comentários, a influenciadora foi chamada de “sem noção”, “desnecessária” e “sem educação”.

Veja o vídeo: