Vice-PGR paraibano defende extinção de inquérito sobre ‘ataques’ ao STF

O vice-procurador geral da República, o paraibano Luciano Maia, comentou sobre o inquérito secreto que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar ataques à ministros do Corte, suscitando debates sobre a censura e a liberdade de expressão no Brasil. Ele defende o arquivamento do inquérito.

“Entendemos que o inquérito precisa caminhar com absoluta sintonia com a Constituição e as leis. Entendemos o pano de fundo que o inquérito brotou: as manifestações indevidas contra o Supremo. Mas nos manifestamos pela necessidade de aperfeiçoamento dessa resposta do Supremo. Queremos todos alcançar o mesmo resultado, que é não permitir ataques injustos ao STF. Mas o modo precisar respeitar a legalidade. Sou a favor do arquivamento, endosso inteiramente a manifestação da procuradora-geral”, afirmou Luciano Maia.

Questionado se houve desrespeito por parte do ministro Moraes ao negar o arquivamento defendido por Dodge, Maia afirmou que respeito e prudência são matérias “escassas” hoje em dia.

“Olha o que posso dizer é que uma matéria escassa hoje em dia é prudência. Outra mais escassa ainda é respeito. E a procuradora-geral tem imenso estoque de prudência e respeito ao Supremo Tribunal Federal”, afirmou. Com informações de Blog do Diego Lima.

Comente